Declaração de princípios: IA e a DATA H

 Na DATA H temos a clara compreensão que o ciclo evolutivo da IA vem evoluindo em velocidade acelerada. IA, para nós, é, sem dúvida, a tecnologia mais disruptiva que visualizamos no horizonte. Entendemos que é fundamental que os executivos e gestores privados e públicos compreendam que IA será presente em muito pouco tempo, e sua empresa e seu setor deverão saber evoluir em resposta às mudanças sociais, econômicas e tecnológicas provocadas pela adoção em larga escala desta tecnologia. Precisam ter senso de urgência e definir os rumos da empresa em um mundo onde a IA será a nova eletricidade. Neste mundo, dos modelos de negócios inteligentes, os algoritmos de IA assumirão grande parte da responsabilidade pela melhoria incremental, fazendo automaticamente os ajustes que aumentam a eficiência em todo o sistema.  As empresas que ignorarem o poder da IA e o potencial de transformação dos processos e modelos de negócios que ela possibilita estarão em considerável desvantagem à medida que nos movemos rapidamente para um mundo cada vez mais capacitado cognitivamente.

Sabemos também que ainda existe muito a evoluir, em termos de construção de algoritmos que não embutam discriminação em seus modelos de treinamento e que asseguremos que as inovações e aplicações da IA sejam direcionadas para o bem da humanidade. Assim, devido aos impactos na sociedade da IA, a DATA H criou um conjunto de princípios que direcionam nossas ações, sempre buscando usar o potencial da tecnologia para o bem da sociedade, economia e o planeta.

Este documento reflete nosso posicionamento. É um documento que estará em constante evolução, mas sempre direcionado por um propósito maior: a IA deverá ser uma ferramenta tecnológica que gere resultados positivos para todos.

Os nossos princípios são simples, mas assertivos:

  1. IA deverá ser benéfica social e economicamente. Todos os setores da economia serão afetados e a IA poderá gerar melhor eficiência, maior dinamismo e tornar cada setor mais saudável economicamente, com resultados positivos para a sociedade.

  2. Em nossos projetos manteremos o compromisso de sempre ter máxima preocupação em evitar vieses e discriminações nos algoritmos e nos dados de treinamento.

  3. Em nossos projetos e relacionamentos com clientes manteremos sempre a preocupação com a privacidade dos dados manuseados.

  4. Buscaremos sempre incentivar a colaboração científica e acadêmica com a comunidade, pois entendemos que quanto maior a disseminação do conhecimento, maior será o benefício da aplicação da IA.

  5. Não desenvolveremos soluções que causem dano físico ou moral a qualquer pessoa.

Na DATA H temos em mente que os computadores não substituirão os humanos. Substituirão funções. Serão complementos para os humanos e não seus substitutos. Os negócios mais valiosos do mundo das próximas décadas serão desenvolvidos por empresas que usarão a IA para fortalecer as pessoas e não torná-las obsoletas. Serão vencedoras as empresas que souberem fazer com maestria com que os sistemas de IA ajudem os humanos a fazerem o que antes era considerado inimaginável. A IA não envolve uma equação de soma zero, humanos versus IA, mas sim de complementaridade, humanos mais IA gerando mais inteligência. Nosso compromisso é com esta complementaridade. Queremos contribuir positivamente para que a IA seja benéfica, em todos os sentidos, para a sociedade.