Na economia digital a nova eletricidade será a Inteligência Artificial!


As transformações na sociedade estão acontecendo em ritmo muito mais acelerado do qual estávamos acostumados. Para lembrar quão acelerado está esse processo, lembremos que o telefone fixo foi criado em 1878 e demorou 75 anos para chegar a 100 milhões de usuários. O celular levou 16 anos. A Internet, sete. O WhatsApp, três anos e quatro meses. E CandyCrush, um ano e três meses. Um exemplo desta aceleração são os carros autônomos. Já em 2018, ano que vem, os primeiros veículos estarão disponíveis no mercado. Por volta de 2020, a indústria automotiva como um todo vai começar a ser interrompida. Não vamos mais possuir um carro, mas apenas usá-lo como serviço. Chamaremos um carro do modelo que queremos com o nosso smartphone, ele vai aparecer no local indicado e me levar ao lugar que eu quero ir. Não vou mais precisar estacioná-lo, e só pagarei pela distância percorrida. Possuir uma carteira de motorista não vai ter mais sentido. Isso vai mudar as cidades, porque vamos precisar de muitos menos carros. Poderemos transformar antigos estacionamentos em parques. Teremos menos trânsito, menos acidentes e as multas deixarão de existir. Estima-se que hoje cerca de 1,2 milhões de pessoas morrem a cada ano em acidentes de carro em todo o mundo. Temos um acidente a cada 100.000 km. Com os veículos autônomos, esse número vai cair para 1 acidente em cada 10 milhões de km e isso significa salvar um milhão de vidas por ano!

A maioria das atuais companhias que fabricam veículos carro provavelmente irão sair do mercado. Por uma razão simples: as companhias tradicionais, que insistem em uma abordagem evolutiva e apenas pretendem construir um carro melhor, perdem cada vez mais espaço para as empresas de tecnologia, como Tesla, Apple, Google, que adotam uma abordagem revolucionária, de fazer diferente, e constroem verdadeiros sistemas de computação sobre rodas.

Mas também o McDonald´s vai ter que se preocupar com os veículos autônomos! As seguradoras terão que repensar por completo seu modelo de seguro para veículos, porque sem acidentes o seguro vai se tornar 100x mais barato. Na prática, os seguros para automóveis irão desaparecer. Sim, a chegada dos carros autônomos vai produzir uma onda de choque em diversos setores. O ar